terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Temperatura e umidade na encubadora e ambiente para uma perfeita eclosão dos ovos de codorna

A temperatura ambiente tem grandes impactos na produção de ovos das aves. Um bom sistema de refrigeração é muito importante para manter não só a quantidade de produção como a qualidade dos ovos. O estudo sobre o efeito da temperatura na produção de ovos de codornas japonesas mostra que este impacto pode ser maior do que se imaginava. A variação entre a condição ideal (21ºC) e a realidade do clima brasileiro (com temperaturas perto dos 36ºC) pode gerar uma diferença de 18% na quantidade produzida pelas codornas e até 25% na redução de massa dos ovos.

O período de encubação das codornas é de 17 dias. Desses, os filhotes devem ficar 14 dias na encubadora e os últimos 3 dias no nascedouro. A temperatura (bulbo seco) varia. Nos primeiros 14 dias a temperatura deve ser de 37,4ºC enquanto nos últimos 3 dias deve ser de 37,2ºC. Já a umidade (bulbo úmido), que também é importante, deve ser entre 28,9ºC a 30ºC nos primeiros 14 dias e nos últimos 3 dias deve ser entre 32,2ºC e 34,4ºC. Enquanto a temperatura deve ser diminuída nos últimos dias a umidade deve ser maior já que as codornas já são embriões e com a umidade baixa eles podem morrer. O professor, Carlos da Boa Viagem recomenda não virar os ovos após o 15º dia.

fontes: Nordeste Rural e Dia de Campo

Nenhum comentário:

Postar um comentário